Abdominoplastia

O que é a abdominoplastia? 

Procedimento em que se remove o excesso de gordura e de pele e, na maioria dos casos, restaura os músculos enfraquecidos ou separados, criando um perfil abdominal mais suave e tonificado. Ter um abdômen liso e tonificado é algo que muitos de nós se esforça para ter através de exercício físico e controle de peso. No entanto, às vezes, exercício físico e controle de peso não são suficientes para que alcancemos nossos objetivos. Mesmo pessoas com peso corporal e proporção normais podem desenvolver um abdômen protruido, frouxo e flácido. As causas mais comuns destas situações incluem:

• Gravidez,
• Envelhecimento,
• Oscilações significativas no peso,
• Hereditariedade,
• Cirurgia prévia.

A abdominoplastia é um procedimento altamente individualizado e você deve fazê-lo para si mesmo, não para satisfazer os desejos de outra pessoa ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

A abdominoplastia será uma boa opção para você se:

• Você for saudável sem patologia que possa prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia,
• Você não fuma,
• Você tem perspectiva positiva e expectativas realistas sobre a cirurgia.

Embora os resultados de um procedimento de abdominoplastia sejam tecnicamente permanentes, o resultado positivo pode diminuir muito devido a oscilações significativas no peso. Por esta razão, pessoas que estão planejando perder peso substancial ou mulheres que consideram futuras gestações são aconselhadas a postergar a cirurgia de abdominoplastia.

O que a abdominoplastia não vai fazer?

A cirurgia de abdominoplastia não é um substituto à perda de peso ou a programa adequado de exercício físico. Ademais, a abdominoplastia não corrige estrias, embora possam ser removidas ou melhoradas ligeiramente se estiverem localizadas em áreas de pele adicional que será removida, em geral, nas áreas tratadas abaixo do umbigo.

O que esperar da consulta?

O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

Esteja preparado para discutir. 

• A razão pela qual quer se submeter à cirurgia, suas expectativas e o resultado desejado,
• Condições médicas, alergia medicamentosa e tratamentos médicos prévios,
• Uso atual de medicamentos, vitaminas, medicamentos naturais, fumo, álcool e drogas,
• Cirurgias prévias.

O cirurgião também poderá:

• Avaliar seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
• Tirar fotos para seu prontuário médico,
• Discutir suas opções e recomendar um tratamento,
• Discutir prováveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Preparando-se para a cirurgia.

Previamente à cirurgia, pode ser necessário:
• Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
• Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais,
• Parar de fumar bem antes da cirurgia,
• Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Instruções especiais. 

• O que fazer na noite anterior e na manhã da cirurgia (tempo de jejum, medicamentos, banho),
• O uso de anestesia durante o procedimento,
• Cuidados pós-operatórios.

Riscos e informações de segurança.

A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem terá de decidir se os benefícios atingirão os seus objetivos e se os riscos e complicações potenciais da cirurgia são aceitáveis. O cirurgião plástico e/ou assistentes irão lhe explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Possíveis riscos da cirurgia. 

• Cicatrizes desfavoráveis,
• Sangramento (hematoma),
• Infecção,
• Acúmulo de líquido (seroma),
• Riscos anestésicos,
• Má cicatrização,
• Necrose da pele,
• Dormência ou demais alterações de sensibilidade da pele,
• Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado,
• Assimetria,
• Deiscência (reabertura de uma ferida previamente fechada),
• Necrose do tecido adiposo,
• Danos em estruturas mais profundas tais como nervos, vasos sanguíneos, músculos e pulmões,
• Dor, que pode perdurar,
• Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares,
• Fios de sutura podem espontaneamente emergir na pele, tornando-se visíveis ou causar irritação que exijam sua remoção,
• Possibilidade de novo procedimento cirúrgico.

Você precisará de ajuda. 

Não deixe de pedir a alguém que o acompanhe e fique com você, pelo menos, a primeira noite, após a cirurgia.

O que acontece durante a cirurgia? 

Procedimento Cirúrgico

Etapa 1- Anestesia
Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão
O procedimento completo da cirurgia de abdominoplastia requer uma incisão horizontal orientada na área entre a linha do púbis e umbigo. A forma e o comprimento da incisão serão determinados pelo grau de correção necessário. Através desta incisão, os músculos abdominais enfraquecidos são reparados e suturados, enquanto o excesso de gordura, de tecidos e de pele são removidos. Uma segunda incisão, em torno do umbigo, pode ser necessária para remover o excesso de pele na parte superior do abdômen.

Etapa 3 – Fechando as incisões
Suturas, adesivos de pele, fitas ou clipes são usados para fechar as incisões na pele.

Etapa 4 – Resultados
O procedimento de abdominoplastia irá resultar em um contorno abdominal mais suave e tonificado, ficando mais proporcional com o seu tipo de corpo e peso.
Os resultados finais podem ser inicialmente obscurecidos pelo inchaço e por sua incapacidade de ficar totalmente na vertical até que a cicatrização interna seja finalizada. Dentro de uma semana ou duas, você poderá ficar totalmente em pé e estará mais confiante com o seu novo perfil.

Recuperação pós-operatória.

Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões e você pode ser envolto em uma bandagem elástica ou compressão para minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos do abdômen à medida que cicatrizam. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular.

Você receberá instruções específicas, que podem incluir. 

Como cuidar do local da cirurgia e dos drenos, os medicamentos que tem de aplicar ou tomar por via oral para ajudar na cicatrização e reduzir o risco de infecção, e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.

Pergunte ao cirurgião plástico sobre a recuperação. 

• Onde vou permanecer em recuperação após o término da cirurgia?
• Qual medicação me será dada ou prescrita após a cirurgia?
• Será necessário curativo após a cirurgia? Quando será removido?
• Os pontos serão removidos? Quando?
• Quando poderei retomar minhas atividades normais e exercício físico?
• Quando será a consulta de retorno?

Cirurgias abdominais prévias podem limitar os resultados potenciais de uma abdominoplastia. Em mulheres que se submeteram à cesariana, as cicatrizes existentes podem, muitas vezes, ser incorporadas à nova cicatriz.

Qual o custo da cirurgia? 

O custo é sempre uma consideração em cirurgia eletiva. Os honorários de um cirurgião podem variar de acordo com a sua experiência e o tipo de procedimento realizado.

O custo pode incluir:

• Honorários do cirurgião,
• Gastos com hospital ou centro cirúrgico,
• Honorários do anestesista,
• Exames médicos.

Sua satisfação vale mais que os custos da cirurgia.

Ao escolher um cirurgião plástico para a cirurgia, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia.

Glossário:

• Abdominoplastia: Procedimento cirúrgico para corrigir o excesso de pele flácida sobre o abdômen.
• Diástase: Condição em que os músculos abdominais se separaram.
• Anestesia geral: Drogas e/ou gases utilizados durante a cirurgia para aliviar a dor e diminuir a consciência.
• Hematoma: Acúmulo de sangue abaixo da pele.
• Sedação intravenosa: Sedativos administrados por injeção na veia para ajudar a relaxar.
• Lipoaspiração: Procedimento em que se aspira gordura por debaixo da superfície da pele.
• Anestesia local: Medicamento injetado diretamente no local de incisão durante a cirurgia para aliviar a dor.
• Suturas: Pontos utilizados pelos cirurgiões para manter a pele e o tecido unidos.

Perguntas a fazer ao cirurgião plástico:

Use esta lista como um guia durante a consulta:
• Você é especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
• Você foi treinado especificamente no campo da cirurgia plástica?
• A instalação do centro cirúrgico em seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária?
• Quantos procedimentos deste tipo já realizou?
• Sou um bom candidato a este procedimento?
• Como ficará meu abdômen após a gravidez?
• O que se espera de mim para que os melhores resultados sejam obtidos?
• Onde e como o procedimento será realizado?
• Qual o tempo de recuperação e que tipo de ajuda vou precisar durante minha recuperação?
• Quais são os riscos e as complicações associados a este procedimento?
• Como são tratadas as complicações?
• Quais são minhas opções se estiver insatisfeito com o resultado da cirurgia?

Contorno Corporal

body lifting melhora a forma e o tônus dos tecidos subjacentes que sustentam gordura e pele. Gordura em excesso e flacidez de pele são removidas para tratar problemas causados, em parte, pela precária elasticidade dos tecidos.

Melhore a aparência com o body lifting.

Um corpo bem tonificado com contornos suaves muitas vezes é sinal de boa condição física obtida com dieta saudável e exercício físico. No entanto, o exercício nem sempre proporciona os resultados desejados por pessoas que têm flacidez e contornos irregulares. Envelhecimento, danos causados pelo sol, gravidez e oscilações significativas no peso, bem como fatores genéticos podem contribuir para a elasticidade precária dos tecidos, resultando em flacidez do abdômen, nádegas, coxas e braços. Se você deseja ter um contorno corporal mais delineado e jovem, o body liftingpode lhe ajudar a alcançar seus objetivos. Ademais, melhora a forma e o tônus do tecido subjacente que sustenta gordura e pele. Gordura em excesso e flacidez da pele são removidas para tratar problemas causados, em parte, pela elasticidade precária dos tecidos.

O body lifting pode ser realizado nas seguintes áreas: 

• Área abdominal, localmente ou se estendendo em torno das laterais, na área inferior das costas,
• Glúteo, que pode ser baixo, plano ou em forma irregular,
• Virilha,
• Coxa, incluindo a parte externa, interna, posterior ou circunferencialmente.

O que não ocorrerá?

body lifting não se destina estritamente à remoção do excesso de gordura. A lipoaspiração pode remover o excesso de depósitos de gordura, onde a pele tem boa elasticidade e é capaz de, naturalmente, estar em conformidade com o novo contorno do corpo. Nos casos em que a elasticidade da pele é precária, uma combinação de técnicas de lipoaspiração e de lifting pode ser recomendada.

O que saber antes de se submeter ao procedimento? 

O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem muito de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

Esteja preparado para discutir. 

• A razão pela qual quer se submeter à cirurgia, as suas expectativas e o resultado desejado,
• As opções cirúrgicas disponíveis,
• As condições médicas, alergia medicamentosa e tratamento médico,
• O uso atual de medicamento, vitamina, medicamentos naturais, fumo, álcool e drogas,
• Cirurgias prévias.

O cirurgião também poderá:

• Avaliar o seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
• Examinar e medir seu corpo,
• Fotografar para prontuário médico,
• Discutir suas opções e recomendar a mais adequada,
• Discutir os possíveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Preparando-se para a cirurgia.

Previamente à cirurgia, pode ser necessário:
• Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
• Tomar certos medicamentos ou ajustar os medicamentos atuais,
• Parar de fumar com bastante antecedência à cirurgia,
• Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Instruções especiais:

• O que fazer no dia da cirurgia (tempo de jejum, medicações, banho),
• Informação sobre o tipo de anestesia a ser realizada durante o procedimento cirúrgico,
• Orientações sobre cuidados pós-operatórios.

O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência.

Riscos e informações de segurança.

A decisão de se submeter ao procedimento cirúrgico é pessoal e é você quem deve decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e potenciais complicações são aceitáveis. Seu cirurgião plástico e/ou equipe irão lhe explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia.

Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Possíveis riscos da cirurgia:

• Cicatrizes desfavoráveis,
• Sangramento (hematoma),
• Infecção,
• Acúmulo de líquido (seroma),
• Má cicatrização,
• Necrose da pele,
• Dormência ou outras alterações na sensibilidade da pele,
• Riscos anestésicos,
• Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado,
• Necrose do tecido adiposo (necrose da gordura),
• Deiscência (reabertura de uma ferida previamente aberta),
• Assimetria,
• Flacidez recorrente da pele,
• Dor, que pode perdurar,
• Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares,
• Inchaço persistente nas pernas,
• Possibilidade de novo procedimento cirúrgico (retoque),
• Fios de suturas podem espontaneamente emergir na pele, tornando-se visíveis ou produzir irritação que exijam sua remoção.

É indicado para mim? 

Antes de decidir se submeter à cirurgia, a perda de peso deve estar estabilizada. Mulheres que consideram futuras gestações devem postergar o procedimento, já que a gravidez pode minimizar os resultados

Bons candidatos à cirurgia são:

• Indivíduos com flacidez significativa dos tecidos moles em uma ou várias áreas do corpo,
• Indivíduos saudáveis que não tenham condições médicas que possam prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco de cirurgia,
• Não fumantes,
• Indivíduos com atitude positiva e expectativas realistas do resultado cirúrgico,
• Indivíduos empenhados em levar uma vida saudável, incluindo alimentação adequada e boa forma.

Faça perguntas. 

É importante que você tire todas as suas dúvidas diretamente com o cirurgião plástico sobre o procedimento ao qual será submetido. É natural que sinta um pouco de ansiedade, que tenha expectativa com o resultado ou estresse pré-operatório. Não tenha vergonha de discutir esses sentimentos com seu cirurgião plástico

O que acontece durante a cirurgia?

Procedimento Cirúrgico:

Etapa 1 – Anestesia

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão

O comprimento da incisão e o padrão dependerão da quantidade e da localização do excesso de pele a ser removido, assim como a preferência pessoal e o julgamento do cirurgião. Um body liftingcompleto trata as nádegas, abdômen, cintura, quadris e coxas em um procedimento. Uma incisão circular, em torno do corpo, remove o avental de pele e de gordura em excesso e reposiciona e define os tecidos.

Uma combinação de lipoaspiração e de lifting cirúrgico pode ser necessária para obter um melhor contorno. Suturas profundas de apoio nos tecidos subjacentes ajudam a formar os contornos recém-moldados.

Etapa 3 – Fechando as incisões

Suturas e adesivos fecham as incisões na pele.

Etapa 4 – Resultados

Os resultados de um body lifting são visíveis quase imediatamente. Pode levar até 1-2 anos para que os resultados finais apareçam completamente.

Recuperação pós-operatória.

Após a finalização do procedimento, malhas ou curativos serão aplicados nas incisões. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular.

Serão dadas instruções especiais, incluindo: 

Como cuidar da ferida operatória e dos drenos, medicamentos para tomar por via oral para ajudar a reduzir o potencial de infecção, cuidados específicos com o local da cirúrgia, com seu estado de saúde, e acompanhamento pós-operatório com seu cirurgião plástico.

Faça perguntas ao cirurgião plástico sobre a recuperação.

• Onde vou permanecer em recuperação após o final da cirurgia?
• Qual medicação vai me ser dada ou prescrita após a cirurgia?
• Serão necessários curativos após a cirurgia? Quando serão removidos?
• Os pontos serão removidos? Quando?
• Quando poderei retomar minhas atividades normais e exercício físico?
• Quando será a consulta de retorno?

Ao receber alta.

Se você sentir falta de ar, dores no peito ou batimentos cardíacos anormais, procure atendimento médico imediatamente. Se algumas destas complicações ocorrerem, você poderá precisar de internação e de tratamento adicional. A prática da medicina e da cirurgia não é uma ciência exata. Apesar de serem esperados bons resultados, não há garantia. Em algumas situações, pode não ser possível atingir os melhores resultados com um único procedimento cirúrgico, sendo necessária uma nova cirurgia.

Seja cuidadoso. 

Seguir as recomendações de seu médico é fundamental para o sucesso da cirurgia. É importante que as incisões cirúrgicas não sejam submetidas à força excessiva, à escoriação, ou ao movimento durante o tempo de cicatrização.

Resultados.

Os resultados do body lifting são visíveis quase imediatamente. No entanto, pode levar até 1-2 anos, ou mais, para que os resultados finais dos procedimentos apareçam completamente. A manutenção do resultado depende de você manter peso estável e boa forma, do seu tipo de pele e de características hereditárias. Como o corpo envelhece, é natural perder certa firmeza com o passar do tempo.

Qual o custo da cirurgia? 

• Honorários do cirurgião,
• Custos hospitalares ou do centro cirúrgico,
• Honorários do anestesista,
• Medicamentos prescritos,
• Pós-operatório e malhas,
• Exames médicos.

O custo é sempre uma consideração em cirurgia eletiva. Os honorários de um cirurgião podem variar de acordo com sua experiência e tipo de procedimento realizado.

O custo pode incluir: 

• Honorários do cirurgião,
• Custos hospitalares ou do centro cirúrgico,
• Honorários do anestesista,
• Medicamentos prescritos,
• Pós-operatório e malhas,
• Exames médicos.

Sua satisfação vale mais que os custos da cirurgia. 

Ao escolher um cirurgião plástico para realizar o procedimento, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia

Glossário:

• Abdominoplastia: Procedimento cirúrgico para corrigir o excesso de pele sobre o abdômen (avental).
• Incisão circunferencial: Incisão cirúrgica ao redor do corpo para remover o “cinturão” de excesso de pele e de gordura e incisões adicionais.
• Lifting de coxa circunferencial: Procedimento cirúrgico para corrigir a flacidez da coxa.
• Anestesia geral: Drogas e/ou gases utilizados durante a cirurgia para aliviar a dor e diminuir a consciência.
• Hematoma: Acúmulo de sangue abaixo da pele.
• Sedação intravenosa: Sedativos administrados por injeção na veia para ajudar a relaxar.
• Lipoaspiração: Procedimento que aspira a gordura por debaixo da superfície da pele para reduzir o volume.
• Anestesia local: Droga injetada diretamente no local de uma incisão durante a cirurgia para aliviar a dor.
• Lifting inferior do corpo: Procedimento cirúrgico para corrigir a flacidez do abdômen, nádegas, virilha e parte externa das coxas.
• Lifting de coxa medial: Procedimento cirúrgico para corrigir a flacidez da parte interna da coxa.
• Suturas: Pontos utilizados pelos cirurgiões para manter a pele e o tecido unidos.

Perguntas a fazer ao cirurgião plástico. 

Use esta lista como um guia durante a consulta:

• Você é especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
• Você foi treinado especificamente no campo da Cirurgia Plástica?
• Quantos anos de treinamento em cirurgia plástica você teve?
• A instalação do centro cirúrgico em sua clinica é autorizada pela Vigilância Sanitária?
• Sou um bom candidato a este procedimento?
• O que se espera de mim para que os melhores resultados sejam obtidos?
• Onde e como será realizado o procedimento?
• Qual técnica cirúrgica é recomendada para mim?
• Quanto tempo de recuperação posso esperar, e que tipo de ajuda vou precisar durante minha recuperação?
• Quais são os riscos e complicações associados ao meu procedimento?
• Como são tratadas as complicações?
• Qual será a aparência do meu corpo com o passar do tempo? Após a gravidez?
• Quais são minhas opções se estiver insatisfeito com o resultado estético?

Lifting de Braço

Lifting de braço, também conhecido como braquioplastia, reduz o excesso de pele e de gordura entre a axila e o cotovelo, remodela o braço deixando a pele mais lisa e com contornos suaves, resultando em aparência tonificada.

Melhore a aparência com o lifting de braço.

Oscilações no peso, envelhecimento e fatores hereditários podem fazer com que os braços fiquem com aparência flácida. O exercício pode fortalecer e melhorar o tônus muscular do braço, mas não trata o excesso de pele que perdeu elasticidade ou os tecidos subjacentes enfraquecidos e a gordura localizada.

Se a parte inferior dos seus braços é flácida devido ao excesso de pele e de gordura, o lifting de braço é indicado.

Lifting de braço. 

• Reduz o excesso de pele e de gordura entre a axila e o cotovelo,
• Remodela o braço resultando em pele mais lisa com contornos suaves,
• Resulta em aparência mais tonificada.
Observação: Para que se obtenha melhora na sua imagem, a cicatriz será na parte interna do braço.

É indicado para mim? 

De modo geral, candidatos ao lifting de braço são:
• Adultos com flacidez significativa na pele do braço,
• Adultos de qualquer idade, cujo peso é relativamente estável e que não estejam acima do peso,
• Indivíduos saudáveis sem patologia que possa prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia,
• Não fumantes,
• Indivíduos com perspectiva positiva e expectativas realistas.

O que saber antes de se submeter à cirurgia de lifting de braço? 

O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem muito de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

Esteja preparado para discutir. 

• A razão pela qual quer fazer a cirurgia, suas expectativas e resultado desejado,
• Condições médicas, alergia medicamentosa e tratamento médico,
• Uso atual de medicamento, vitamina, medicamentos naturais, fumo, álcool e drogas,
• Cirurgias prévias.

O cirurgião também poderá:

• Avaliar seu estado geral de saúde e todos os problemas pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
• Fotografar para prontuário médico,
• Discutir suas opções e recomendar a mais adequada,
• Discutir possíveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Preparando-se para a cirurgia.

Previamente à cirurgia, poderá ser necessário:
• Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
• Tomar certos medicamentos ou ajustar os medicamentos atuais,
• Parar de fumar com bastante antecedência à cirurgia,
• Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Instruções especiais: 

• O que fazer no dia da cirurgia (tempo de jejum, medicações, banho),
• Informações sobre o tipo de anestesia a ser realizada durante o procedimento cirúrgico,
• Orientações sobre os cuidados pós-operatórios.

O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência.

Você precisará de ajuda. 

Não deixe de pedir a alguém que o acompanhe e fique com você, pelo menos, a primeira noite, após a cirurgia.

Riscos e informações de segurança:

A decisão de se submeter à cirurgia de Lifting de braço é pessoal e é você quem deve decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e potenciais complicações são aceitáveis.

Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Possíveis riscos da cirurgia: 

• Cicatrizes desfavoráveis,
• Sangramento (hematoma),
• Infecção,
• Acúmulo de líquido (seroma),
• Riscos anestésicos,
• Má cicatrização,
• Necrose da pele,
• Dormência ou demais alterações de sensibilidade da pele,
• Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado,
• Assimetria,
• Deiscência (reabertura de uma ferida previamente fechada),
• Necrose do tecido adiposo,
• Danos em estruturas mais profundas tais como nervos, vasos sanguíneos, músculos e pulmões,
• Dor, que pode perdurar,
• Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares,
• Fios de sutura podem espontaneamente emergir na pele, tornando-se visíveis ou causar irritação que exijam sua remoção,
• Possibilidade de novo procedimento cirúrgico.

Ao receber alta. 

Se você sentir falta de ar, dor no peito ou batimentos cardíacos anormais, procure atendimento médico imediatamente. Se algumas destas complicações ocorrerem, você pode precisar de internação e de tratamento adicional.

A prática da medicina e da cirurgia não é uma ciência exata. Apesar de serem esperados bons resultados, não há garantia. Em algumas situações, pode não ser possível atingir ótimos resultados com um único procedimento cirúrgico, sendo necessária uma nova cirurgia.

Seja cuidadoso.

Seguir as recomendações de seu médico é fundamental para o sucesso da cirurgia. É importante que as incisões cirúrgicas não estejam sujeitas à força excessiva, ao inchaço, à escoriação, ou ao movimento durante o período de cicatrização.

Faça perguntas. 

É importante que você tire todas as suas dúvidas diretamente com o cirurgião plástico.

É natural que sinta um pouco de ansiedade, que tenha expectativa com o resultado ou estresse pré-operatório. Discuta esses sentimentos com seu cirurgião plástico.

O que acontece durante a cirurgia? 

Procedimento Cirúrgico

Etapa 1 – Anestesia

Medicamentos são administrados para seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão

O comprimento da incisão e o padrão dependerão da quantidade e da localização do excesso de pele a ser removido, bem como do julgamento de seu cirurgião plástico.
As incisões são geralmente feitas no interior ou na parte de trás do braço, dependendo da preferência do cirurgião, podendo se estender, a partir da axila, um pouco acima do cotovelo. Se houver a necessidade da redução de gordura durante o procedimento, a mesma será retirada ou lipoaspirada.

Incisão na parte interna do braço

Dependendo de determinadas condições, as incisões poderão ser mais limitadas. O tecido subjacente de sustentação é firmado e remodelado com suturas internas. Por fim, a pele é suavizada ao longo do novo contorno do braço.

Etapa 3 – Fechando as incisões

As incisões serão fechadas com suturas absorvíveis, ou pontos que serão removidos dentro de 1-2 semanas após a cirurgia.

Etapa 4 – Resultados

Contornos mais suaves que resultam da braquioplastia são visíveis quase que imediatamente após o procedimento, embora os resultados iniciais sejam um pouco obscurecidos pelo inchaço e hematomas. Seu braço, bem torneado e tonificado, tem melhora na aparência.

Recuperação pós-operatória. 

Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões e os braços podem ser envoltos em bandagem/atadura/faixa elástica ou malha de compressão para minimizar o inchaço. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular.

Serão dadas instruções especiais, incluindo:

como cuidar da ferida operatória e dos drenos, medicamentos para tomar por via oral para ajudar a reduzir o potencial de infecção, cuidados específicos com o local da cirurgia, com seu estado de saúde, e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.

Perguntas sobre o que esperar do período de recuperação:

• Onde vou permanecer em recuperação após o término da cirurgia?
• Qual medicação me será dada ou prescrita após a cirurgia?
• Será necessário curativo após a cirurgia? Quando será removido?
• Os pontos serão removidos? Quando?
• Quando poderei retomar minhas atividades normais e exercício físico?
• Quando será a consulta de retorno?

Resultados.

A manutenção do resultado depende de você manter peso estável e boa forma, do seu tipo de pele e de características hereditárias. Como o corpo envelhece, é natural perder certa firmeza com o passar do tempo.

Qual o custo da cirurgia de lifting de braço? 

O custo é sempre uma consideração em cirurgia eletiva. Os honorários de um cirurgião podem variar com base em sua experiência e tipo de procedimento realizado.

O custo pode incluir: 

• Honorários do cirurgião,
• Gastos com hospital ou centro cirúrgico,
• Honorários do anestesista,
• Gastos com medicamentos,
• Malhas pós-operatórias,
• Exames médicos.

Sua satisfação vale mais que os custos da cirurgia. 

Ao escolher um cirurgião plástico para realizar esse procedimento, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia.

Glossário:

• Lifting de braço: Procedimento cirúrgico, também conhecido como braquioplastia, para corrigir a flacidez dos braços.
• Axila: Área inferior do braço.
• Braquioplastia: Procedimento cirúrgico, também conhecido como Lifting de braço, remodela a parte inferior do braço, a partir da região das axilas, seguindo até o cotovelo.
• Anestesia geral: Drogas e/ou gases utilizados durante a cirurgia para aliviar a dor e diminuir a consciência.
• Hematoma: Acúmulo de sangue abaixo da pele.
• Sedação intravenosa: Sedativos administrados por injeção na veia para ajudar a relaxar.
• Lipoaspiração: Procedimento que aspira a gordura por debaixo da superfície da pele.
• Anestesia local: Droga injetada diretamente no local da incisão durante a cirurgia para aliviar a dor.
• Suturas: Pontos utilizados pelos cirurgiões para manter a pele e o tecido unidos.

Faça perguntas ao cirurgião plástico.

Use esta lista como um guia durante a consulta:

• Você é especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
• Você foi treinado especificamente no campo da cirurgia plástica?
• Quantos anos de treinamento em cirurgia plástica você teve?
• A instalação da sala de procedimento em seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária de sua cidade?
• Sou um bom candidato a este procedimento?
• O que se espera de mim para que os melhores resultados sejam obtidos?
• Onde e como será realizado o procedimento?
• Qual técnica cirúrgica é recomendada para o meu caso?
• Quanto tempo de recuperação posso esperar, e que tipo de ajuda vou precisar durante minha recuperação?
• Quais são os riscos e as complicações associados ao meu procedimento?
• Como são tratadas as complicações?
• Qual será a aparência do meu braço ao longo do tempo?
• Quais são minhas opções se estiver insatisfeito com o resultado estético do procedimento?

Lifting de Coxa

O lifting de coxa remodela as coxas, reduzindo o excesso de pele e, em alguns casos, a gordura, resultando em uma pele mais lisa e contornos mais proporcionais das coxas e dos membros inferiores.

Beleza para a vida. 

Se o exercício físico e a perda de peso não foram suficientes para que você alcançasse seus objetivos de ter um corpo mais firme, mais jovem e mais proporcional à sua imagem corporal, o lifting de coxa pode ser uma boa opção para você.

Esta cirurgia remodela as coxas, reduzindo o excesso de pele e, em alguns casos, a gordura, resultando em uma pele mais lisa e contornos mais proporcionais das coxas e dos membros inferiores.

É indicado para mim? 

De modo geral, candidatos ao lifting de coxa são:
• Indivíduos cujo peso é relativamente estável,
• Indivíduos com flacidez ao longo da região interna ou medial da coxa e/ou coxa exterior,
• Indivíduos saudáveis sem patologia que possa prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia,
• Não fumantes,
• Indivíduos com atitude positiva e expectativa realista do resultado cirúrgico,
• Indivíduos empenhados em levar uma vida saudável, incluindo alimentação adequada e boa forma.

O que não acontecerá? 

O lifting de coxa não tem o propósito exclusivo de remoção do excesso de gordura. A lipoaspiração remove o excesso de depósitos de gordura, onde a pele tem boa elasticidade e é capaz de, naturalmente, estar em conformidade com o novo contorno do corpo. Nos casos em que a elasticidade da pele é precária, uma combinação de técnicas de lipoaspiração e de lifting de coxa pode ser recomendada.

O que saber antes de se submeter à cirurgia de lifting de coxa? 

O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem muito de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

Esteja preparado para discutir. 

• A razão pela qual quer fazer a cirurgia, suas expectativas e o resultado desejado,
• As opções disponíveis na cirurgia de lifting de coxa,
• As condições médicas, alergia medicamentosa e tratamento médico,
• Uso atual de medicamento, vitamina, medicamentos naturais, fumo, álcool e drogas,
• Cirurgias prévias.

O cirurgião também poderá: 

• Avaliar o seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
• Examinar e medir o seu corpo, incluindo medições detalhadas,
• Fotografar para prontuário médico,
• Discutir as opções e recomendar a mais adequada, 
• Discutir possíveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Preparando-se para a cirurgia. 

Previamente à cirurgia, pode ser necessário:
• Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
• Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais,
• Parar de fumar com bastante antecedência à cirurgia,
• Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Instruções especiais.

• O que fazer no dia da cirurgia (tempo de jejum, medicamentos, banho), 
• Informações sobre o tipo de anestesia a ser realizada durante o procedimento cirúrgico,
• Orientações sobre os cuidados pós-operatórios.

O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência.

Você precisará de ajuda. 

Não deixe de pedir a alguém que o acompanhe e que fique com você, pelo menos, a primeira noite, após a cirurgia.

Procedimento cirúrgico. 

Etapa 1 – Anestesia
Medicamentos são administrados para seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão
Padrões de incisão variam de acordo com a área ou áreas a serem tratadas, grau de correção e preferência do paciente e do cirurgião. Uma técnica comum usada em cirurgia de lifting de coxa faz as incisões na virilha, estendendo-se para baixo em torno da parte posterior da coxa. A matriz de tecido conjuntivo subjacente será remodelada e esticada, e a pele será reduzida e acomodada, resultando em contornos do corpo mais proporcionais e suaves. Talvez seu caso possa ser realizado com uma incisão mínima na parte medial da coxa, o que envolve uma incisão somente na região da virilha. O seu cirurgião irá determinar o que é apropriado a você.

Etapa 2 – Incisão
Padrões de incisão variam de acordo com a área ou áreas a serem tratadas, grau de correção e preferência do paciente e do cirurgião. Uma técnica comum usada em cirurgia de lifting de coxa faz as incisões na virilha, estendendo-se para baixo em torno da parte posterior da coxa. A matriz de tecido conjuntivo subjacente será remodelada e esticada, e a pele será reduzida e acomodada, resultando em contornos do corpo mais proporcionais e suaves. Talvez seu caso possa ser realizado com uma incisão mínima na parte medial da coxa, o que envolve uma incisão somente na região da virilha. O seu cirurgião irá determinar o que é apropriado a você.

Lifting de Coxa Medial
Melhorar os contornos da parte externa da coxa pode requerer uma incisão que se estende desde a virilha, em torno do quadril. Através destas incisões, o cirurgião plástico vai firmar os tecidos para que se tenha contorno corporal mais suave e tonificado. Técnicas avançadas geralmente permitem que as incisões sejam feitas em locais estratégicos, onde possam ser escondidas pela maioria dos tipos de roupa e roupa de banho. No entanto, as incisões podem ser extensas.

Lifting de Coxa Externa
Etapa 3 – Fechando as incisões
Suturas profundas de sustentação no interior dos tecidos subjacentes ajudam a formar os contornos recém modelados. As suturas fecham as incisões na pele.

Etapa 4 – Resultados
Contornos mais suaves e tonificados resultantes do lifting de coxa são visíveis quase que imediatamente, apesar de inicialmente obscurecidos pelo inchaço e por hematomas. Talvez, seja necessário usar uma malha de compressão por várias semanas após o procedimento para minimizar o inchaço e sustentar os tecidos à medida que cicatrizam. Com o lifting de coxa, a qualidade da pele melhora drasticamente na aparência.

Riscos e informações de segurança. 

A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem deve decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e potenciais complicações são aceitáveis.

Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Possíveis riscos da cirurgia: 

• Cicatrizes desfavoráveis, 
• Sangramento (hematoma),
• Infecção,
• Acúmulo de líquido (seroma),
• Riscos anestésicos,
• Má cicatrização,
• Necrose de pele,
• Dormência ou demais alterações de sensibilidade na pele,
• Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado,
• Assimetria,
• Deiscência (reabertura de uma ferida previamente fechada),
• Flacidez residual da pele,
• Dor, que pode perdurar,
• Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares,
• Inchaço persistente nas pernas,
• Possibilidade de novo procedimento cirúrgico.

Ao receber alta. 

Se você sentir falta de ar, dores no peito ou batimentos cardíacos anormais, procure atendimento médico imediatamente. Se algumas destas complicações ocorrerem, você pode precisar de internação e de tratamento adicional.

A prática da medicina e da cirurgia não é uma ciência exata. Apesar de serem esperados bons resultados, não há garantia. Em algumas situações, pode não ser possível atingir os melhores resultados com um único procedimento cirúrgico, sendo necessária uma nova cirurgia.

Seja cuidadoso. 

Seguir as recomendações do seu médico é fundamental para o sucesso da cirurgia. É importante que as incisões cirúrgicas não sejam submetidas à força excessiva, à escoriação, ou ao movimento durante o tempo de cicatrização.

Faça perguntas. 

É muito importante perguntar ao cirurgião plástico sobre o procedimento ao qual será submetido. É natural que sinta um pouco de ansiedade, seja expectativa com a nova aparência ou estresse pré-operatório. Não tenha vergonha de discutir estes sentimentos com o seu cirurgião.

Recuperação pós-operatória. 

Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões e você pode ser envolto em uma bandagem elástica ou compressão para minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos à medida que cicatrizam. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular.

Serão dadas instruções especiais, incluindo: 

Como cuidar da ferida operatória e dos drenos, medicamentos para tomar por via oral para ajudar a reduzir o potencial de infecção, cuidados específicos com o local da cirurgia, com o seu estado de saúde, e acompanhamento pós-operatório com seu cirurgião plástico.

Pergunte ao cirurgião plástico sobre a recuperação.

• Onde vou permanecer em recuperação após a cirurgia?
• Qual medicação me será dada ou prescrita após a cirurgia?
• Será necessário curativo/bandagem após a cirurgia? Quando será removido?
• Os pontos serão removidos? Quando?
• Quando poderei retomar minhas atividades normais e exercício físico?
• Quando será a consulta de retorno?

Resultados. 

Os resultados da cirurgia de lifting de coxa são visíveis quase imediatamente. No entanto, pode levar vários meses para os resultados finais do procedimento aparecerem completamente. As cicatrizes permanecerão, mas os resultados podem ser duradouros se você mantiver peso estável e boa forma, e dependem, também, do seu tipo de pele e de características hereditárias. Como o corpo envelhece, é natural perder certa firmeza com o passar do tempo.

Qual o custo da cirurgia? 

O custo é sempre uma consideração em cirurgia eletiva. Os honorários de um cirurgião podem variar com base em sua experiência e tipo de procedimento realizado.

O custo pode incluir: 

• Honorários do cirurgião,
• Custos do hospital ou centro cirúrgico,
• Honorários do anestesista,
• Medicamentos prescritos,
• Pós-operatório e malhas,
• Exames médicos.

Sua satisfação vale mais que os custos da cirurgia. 

Ao escolher um cirurgião plástico para realizar a cirurgia, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia.

Glossário: 

• Anestesia geral: Drogas e/ou gases utilizados durante a cirurgia para aliviar a dor e diminuir a consciência.
• Hematoma: Acúmulo de sangue abaixo da pele.
• Sedação intravenosa: Sedativos administrados por injeção na veia para ajudar a relaxar.
• Lipoaspiração: Procedimento que aspira gordura por debaixo da superfície da pele.
• Anestesia local: Droga injetada diretamente no local de uma incisão durante a cirurgia para aliviar a dor.
• Lifting de coxa medial: Procedimento cirúrgico para corrigir a flacidez da parte interna da coxa.
• Lifting de coxa externa: Procedimento cirúrgico para corrigir a flacidez da parte externa da coxa.
• Suturas: Pontos utilizados pelos cirurgiões para manter a pele e o tecido unidos.

Pós-Bariatrica

O que é contorno corporal após grande perda de peso? 

O contorno corporal após grande perda de peso melhora a forma e o tônus do tecido subjacente, que sustenta gordura e pele, e remove o excesso de gordura e de flacidez.

Beleza para a vida.

Melhore a aparência com a cirurgia de contorno corporal

Após a cirurgia de redução de peso, ou qualquer perda substancial de peso, a pele e os tecidos, muitas vezes, não têm elasticidade e podem não estar em conformidade com o tamanho reduzido do corpo. Como resultado, a pele, que foi severamente estendida, agora não tem sustentação:

• Os braços ficam flácidos,
• As mamas podem achatar e ficar com mamilos apontados para baixo,
• O abdômen pode se estender nas laterais e na zona inferior das costas, o que resulta em uma saliência semelhante a um avental,
• As nádegas, a virilha e as coxas podem apresentar flacidez, ocasionando bolsas suspensas de pele.

A intervenção cirúrgica de contorno corporal, após grande perda de peso, melhora a forma e o tônus do tecido subjacente, que sustenta gordura e pele, e remove o excesso de gordura e flacidez da pele. O resultado é uma aparência mais normal do corpo, com contornos suaves. Esta é, em essência, a fase final do processo de perda de peso.

É indicado para mim? 

Antes de decidir se submeter ao procedimento, a perda de peso deve estar estabilizada.

• Se continuar a perder peso, a flacidez vai reaparecer,
• Se o peso for rapidamente recuperado, você traumaticamente estressará sua pele já enfraquecida, causando estrias e cicatrizes alargadas na pele.

Se você se submeteu à cirurgia de redução de peso, seu cirurgião plástico irá trabalhar em estreita colaboração com seu médico para determinar quando será apropriado começar a reparação do contorno corporal.

Bons candidatos ao procedimento.

• Adultos de qualquer idade, cuja perda de peso foi estabilizada,
• Indivíduos saudáveis que não tenham condições médicas que possam prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia,
• Não fumantes,
• Indivíduos com atitude positiva e expectativa realista do resultado cirúrgico,
• Indivíduos empenhados em levar uma vida saudável, incluindo alimentação adequada e boa forma.

O que saber antes da cirurgia de contorno corporal? 

O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem muito de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

Esteja preparado para discutir. 

• A razão pela qual quer fazer a cirurgia, suas expectativas e o resultado desejado,
• As opções disponíveis na cirurgia de contorno corporal,
• As condições médicas, alergia medicamentosa e tratamento médico,
• Uso atual de medicamento, vitamina, medicamentos naturais, fumo, álcool e drogas,
• Cirurgias prévias.

O cirurgião também poderá: 

• Avaliar o seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
• Examinar e medir o seu corpo, incluindo medições detalhadas,
• Fotografar para prontuário médico,
• Discutir as opções e recomendar a mais adequada,
• Discutir possíveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Preparando-se para a cirurgia. 

Previamente à cirurgia, pode ser necessário:

• Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
• Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais,
• Parar de fumar com bastante antecedência à cirurgia,
• Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Instruções especiais. 

• O que fazer no dia da cirurgia (tempo de jejum, medicamentos, banho)
• Informações sobre o tipo de anestesia a ser realizada durante o procedimento cirúrgico,
• Orientações sobre os cuidados pós-operatórios.

O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência.

Você precisará de ajuda. 

Não deixe de pedir a alguém que o acompanhe e que fique com você, pelo menos, a primeira noite, após a cirurgia.

Riscos e informações de segurança. 

A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem deve decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e potenciais complicações são aceitáveis.

Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Possíveis riscos da cirurgia. 

• Cicatrizes desfavoráveis,
• Sangramento (hematoma),
• Infecção,
• Acúmulo de líquido (seroma),
• Riscos anestésicos,
• Má cicatrização,
• Necrose de pele,
• Dormência ou demais alterações de sensibilidade na pele,
• Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado,
• Assimetria,
• Deiscência (reabertura de uma ferida previamente fechada)
• Flacidez residual da pele,
• Dor, que pode perdurar,
• Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares,
• Inchaço persistente nas pernas,
• Possibilidade de novo procedimento cirúrgico.

Faça perguntas. 

É muito importante perguntar ao cirurgião plástico sobre o procedimento ao qual será submetido. É natural que sinta um pouco de ansiedade, seja expectativa com a nova aparência ou estresse pré-operatório. Não tenha vergonha de discutir esses sentimentos com seu cirurgião.

O que acontece durante a cirurgia? 

Os procedimentos necessários para atingir seus objetivos serão definidos juntamente com um plano cirúrgico. Os procedimentos da cirurgia plástica que podem ser recomendados por seu médico incluem:

• Lifting da parte inferior do corpo: Corrige a flacidez do abdômen, nádegas, virilha e culotes,
• Elevação da mama: Corrige a flacidez e seios caídos,
• Lifting de braço: Corrige a flacidez dos braços,
• Lifting de coxa: Corrige a flacidez da coxa

Procedimento cirúrgico. 

Etapa 1 – Anestesia

Medicamentos são administrados para seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão

Todos os procedimentos de contorno corporal exigem incisões para remover o excesso de pele. Em muitos casos, essas incisões podem ser extensas. O comprimento da incisão e o padrão dependerão da quantidade e da localização do excesso de pele a ser removida, assim como a preferência pessoal e o julgamento do cirurgião. Técnicas avançadas geralmente permitem que as incisões sejam feitas em locais estratégicos, onde possam ser escondidas pela maioria dos tipos de vestuário, no entanto, nem sempre é possível.

A cirurgia de contorno corporal é freqüentemente realizada em etapas. Sua condição particular e expectativas, bem como a opinião do cirurgião plástico, influenciarão a forma como seu médico definirá o plano cirúrgico. Embora possa ter levado dois anos, ou mais, para perder todo o peso em excesso, pode levar o mesmo tempo para que os resultados da cirurgia apareçam por completo.

Body lift. 

lifting completo da parte inferior do corpo trata nádegas flácidas, abdômen, cintura, quadris e a parte lateral da coxa em um único, ou vários, procedimentos. Os tipos de incisão podem variar e podem incluir uma incisão circunferencial, em torno do corpo, para remover o “cinto” de excesso de pele e de gordura.

Pexia da mama. 

Os padrões de incisão para remoção da flacidez dos seios da mulher serão determinados com base na quantidade de excesso de pele a ser removida.

Os mesmos podem incluir uma única incisão ou uma combinação de incisões com padrão circular em volta do mamilo, em uma linha que se estende a partir da aréola ao sulco da mama e, horizontalmente, ao longo do sulco da mama. O implante de mama é recomendado para melhorar a forma e o tamanho da mama.

Lifting de braço. 

Flacidez da pele nos braços é tratada com uma incisão na área das axilas, estendendo-se até a parte interna ou, de trás, da parte superior do braço. Incisões adicionais podem ser necessárias onde quer que haja excesso de pele. Contornos mais suaves e definidos são visíveis quase imediatamente, apesar de inicialmente obscurecidos por inchaço e hematoma.

Lifting coxa. 

A remodelação dos contornos das coxas é obtida através de incisões na virilha que podem se estender para baixo, até o joelho, ao longo da parte interna da coxa.
Melhorar o contorno da parte externa da coxa pode requerer uma incisão diferente. Através destas incisões, o cirurgião plástico irá definir os tecidos, objetivando contornos mais suaves.

Recuperação pós-operatória. 

Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular.

Serão dadas instruções especiais, incluindo: 

Como cuidar da ferida operatória e dos drenos, medicamentos para tomar por via oral para ajudar a reduzir o potencial de infecção, cuidados específicos com o local da cirurgia, com seu estado de saúde, e acompanhamento pós-operatório com seu cirurgião plástico.

Faça perguntas sobre o período de recuperação. 

Como cuidar da ferida operatória e dos drenos, medicamentos para tomar por via oral para ajudar a reduzir o potencial de infecção, cuidados específicos com o local da cirurgia, com seu estado de saúde, e acompanhamento pós-operatório com seu cirurgião plástico.

• Onde vou permanecer em recuperação após a cirurgia?
• Qual medicação me será dada ou prescrita após a cirurgia?
• Será necessário curativo após a cirurgia? Quando será removido?
• Os pontos serão removidos? Quando?
• Quando poderei retomar minhas atividades normais e exercício físico?
• Quando será a consulta de retorno?

Ao receber alta. 

Se você sentir falta de ar, dores no peito ou batimentos cardíacos anormais, procure atendimento médico imediatamente. Se algumas destas complicações ocorrerem, você pode precisar de internação e de tratamento adicional.

A prática da medicina e da cirurgia não é uma ciência exata. Apesar de serem esperados bons resultados, não há garantia. Em algumas situações, pode não ser possível atingir os melhores resultados com um único procedimento cirúrgico, sendo necessária uma nova cirurgia.

Seja cuidadoso. 

Seguir as recomendações do seu médico é fundamental para o sucesso da cirurgia. É importante que as incisões cirúrgicas não sejam submetidas à força excessiva, à escoriação, ou ao movimento durante o tempo de cicatrização.

Resultados. 

Os resultados da cirurgia de contorno corporal, após grande perda de peso, são visíveis quase imediatamente. No entanto, pode levar até 1-2 anos, ou mais, para os resultados finais de todos os procedimentos aparecerem completamente. A manutenção do resultado depende de você manter peso estável e boa forma, do seu tipo de pele e de características hereditárias. Como o corpo envelhece, é natural perder certa firmeza com o passar do tempo.

Qual o custo da cirurgia? 

O custo é sempre uma consideração em cirurgia eletiva. Os honorários de um cirurgião podem variar com base em sua experiência e tipo de procedimento realizado.

O custo pode incluir:
• Honorários do cirurgião,
• Custos do hospital ou centro cirúrgico,
• Honorários do anestesista,
• Medicamentos prescritos,
• Pós-operatório e malhas,
• Exames médicos.

Sua satisfação vale mais que os custos da cirurgia. 

Ao escolher um cirurgião plástico para realizar a cirurgia de contorno corporal, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia.

Glossário. 

• Aréola: Pele pigmentada ao redor do mamilo.
• Lifting do braço: Procedimento cirúrgico, também conhecido como braquioplastia, para corrigir a flacidez dos braços.
• Implantes mamários: Dispositivo médico colocado em seu corpo para realçar o tamanho da mama existente ou reconstruí-la. Os implantes de mama são preenchidos com silicone (gel coesivo).
• Lifting da mama: Também conhecido como mastopexia, ou seja, cirurgia para levantar os seios.
• Contorno da mama: Procedimento cirúrgico após grande perda de peso para melhorar a forma e o tônus e remover o excesso de gordura e pele.
• Incisão circunferencial: Incisão cirúrgica ao redor do corpo para remover o “cinto” de excesso de pele e de gordura e incisões adicionais.
• Anestesia geral: Drogas e/ou gases utilizados durante a cirurgia para aliviar a dor e diminuir a consciência.
• Hematoma: Acúmulo de sangue abaixo da pele.
• Sedação intravenosa: Sedativos administrados por injeção na veia para ajudar a relaxar.
• A anestesia local: Droga injetada diretamente no local de uma incisão durante a cirurgia para aliviar a dor.
• Lifting inferior corporal: Procedimento cirúrgico para corrigir a flacidez do abdômen, nádegas, virilha e parte externa das coxas.
• Lifting de coxa medial: Procedimento cirúrgico para corrigir a flacidez da parte interna de coxa.
• Lifting de coxa externa: Procedimento cirúrgico para corrigir a flacidez da parte externa de coxa.
• Suturas: Pontos utilizados pelos cirurgiões para manter a pele e o tecido unidos.

Lipoaspiração

O que é a lipoaspiração? 

Também conhecida como lipoescultura, a lipoaspiração remodela áreas específicas do corpo, removendo o excesso de depósitos de gordura, melhorando os contornos do corpo e a proporção.

Apesar de boa saúde e da prática de exercício físico, algumas pessoas podem, ainda, ter um corpo com contornos desproporcionais devido a depósitos de gordura localizada. Estas áreas podem ocorrer devido a características genéticas, à falta de controle do peso ou de atividade física. A lipoaspiração pode ser usada para tratar acúmulos de gordura em várias partes do corpo, incluindo coxas, braços, pescoço, cintura, costas, parte medial do joelho, peito, bochechas, queixo, pernas e tornozelos. Em alguns casos, a lipoaspiração é realizada isoladamente, em demais casos, ela é usada com procedimentos de cirurgia plástica tais como o facelift, a redução de mama ou a abdominoplastia.

O que a lipoaspiração não vai fazer? 

A lipoaspiração não é um tratamento para a obesidade e não substitui a prática de exercício físico e bons hábitos alimentares. Indivíduos com áreas de gordura no corpo e que se exercitam regularmente são os melhores candidatos a este procedimento.

O que esperar da consulta? 

O sucesso e a segurança do procedimento dependem muito de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

Esteja preparado para discutir. 

• A razão pela qual quer fazer a cirurgia, suas expectativas e o resultado desejado,
• Condições médicas, alergia medicamentosa e tratamentos médicos,
• Uso atual de medicamentos, vitaminas, medicamentos naturais, fumo, álcool e drogas,
• Cirurgias prévias.

O cirurgião também poderá: 

• Avaliar o seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
• Tirar fotos para prontuário médico,
• Discutir as suas opções e recomendar um tratamento,
• Discutir prováveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Preparando-se para a cirurgia. 

Previamente à cirurgia, pode ser necessário
• Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
• Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais,
• Parar de fumar bem antes da cirurgia,
• Evitar tomar aspirina e alguns antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Instruções especiais. 

• O que fazer no dia da cirurgia,
• O uso de anestesia durante o procedimento,
• Cuidados pós-operatórios.

O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência.

Você precisará de ajuda. 

Não deixe de pedir a alguém que o acompanhe e que fique com você, pelo menos, a primeira noite, após a cirurgia.

Riscos e informações de segurança. 

A decisão de se submeter à lipoaspiração é pessoal e é você quem deve decidir se os benefícios atingirão os seus objetivos e se os riscos e potenciais complicações são aceitáveis. O cirurgião plástico e/ou assistentes irão lhe explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações.

Possíveis riscos da cirurgia. 

• Cicatrizes desfavoráveis,
• Sangramento (hematoma),
• Acúmulo de líquido (seroma),
• Riscos anestésicos,
• Má cicatrização,
• Necrose da pele,
• Dormência ou demais alterações de sensibilidade da pele,
• Assimetria,
• Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado,
• Queimadura causada pelo ultrassom – técnica de lipoaspiração assistida por ultrassom,
• Danos em estruturas mais profundas tais como nervos, vasos sanguíneos, músculos e pulmões,
• Dor, que pode perdurar,
• Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares,
• Fios de sutura podem espontaneamente emergir na pele, tornando-se visíveis ou causar irritação que exija sua remoção,
• Possibilidade de novo procedimento cirúrgico.

O procedimento é indicado para mim? 

Se você está incomodado com o excesso de acúmulo de gordura – localizado em qualquer lugar de seu corpo – e não vê resultados positivos com dieta ou prática de exercício físico, a lipoaspiração pode ser indicada para você.

Candidatos ideais à lipoaspiração são:

• Adultos, com 30% do seu peso ideal, que têm a pele firme e com bom tônus muscular,
•Indivíduos saudáveis que não tenham doença com risco de vida ou condições médicas que possam prejudicar a cicatrização,
• Não fumantes,
• Indivíduos com atitude positiva e expectativa realista do resultado cirúrgico,
• Indivíduos determinados a seguir as recomendações do cirurgião plástico.

Faça perguntas. 

É muito importante que você tire todas as suas dúvidas diretamente com o cirurgião plástico sobre o procedimento cirúrgico. É natural que sinta um pouco de ansiedade, seja expectativa com o resultado ou estresse pré-operatório. Não tenha vergonha de discutir estes sentimentos com o cirurgião plástico.

Seja cuidadoso. 

Seguir as recomendações de seu médico é fundamental para o sucesso da cirurgia. É importante que as incisões cirúrgicas não sejam sujeitas à força excessiva, à escoriação ou ao movimento durante o período de cicatrização.

O que acontece durante a cirurgia de Lipoaspiração? 

Etapas do Procedimento

Etapa 1 – Anestesia
Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa ou anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão
A lipoaspiração é realizada através de pequenas incisões, imperceptíveis.
Primeiramente, solução líquida estéril é infundida para reduzir o sangramento e o trauma. Em seguida, um tubo oco fino (cânula) é inserido através destas incisões para soltar o excesso de gordura, utilizando um controlado movimento de vaivém.
A gordura deslocada é, então, aspirada para fora do corpo, utilizando um aspirador cirúrgico ou seringa ligada à cânula.

Etapa 3 – Resultados
A melhora do contorno corporal será aparente quando o inchaço e a retenção de líquido diminuírem. Com práticas contínuas de dieta saudável e de atividade física, a perda de tecido adiposo em excesso deve ser preservada. No entanto, ganho de peso substancial pode alterar o resultado obtido com a cirurgia.

Etapa 3 – Resultados
A melhora do contorno corporal será aparente quando o inchaço e a retenção de líquido diminuírem. Com práticas contínuas de dieta saudável e de atividade física, a perda de tecido adiposo em excesso deve ser preservada. No entanto, ganho de peso substancial pode alterar o resultado obtido com a cirurgia.

Recuperação. 

Malha de compressão ou bandagens elásticas são colocadas nas áreas tratadas na finalização do procedimento, pois ajudam a controlar o inchaço e a comprimir a pele.
Ademais, um pequeno dreno pode ser colocado nas incisões existentes por debaixo da pele para remover qualquer excesso de sangue ou de fluido.

Você receberá instruções específicas, incluindo:

Como cuidar do local da cirurgia, medicamentos para tomar por via oral para reduzir o risco de infecção e quando retornar para acompanhamento com o cirurgião plástico.

Informação importante. 

Procedimentos adicionais, às vezes, podem ser necessários para reduzir o excesso de pele. Considerações especiais são necessárias quando grandes quantidades − geralmente mais de 5 litros de gordura − são aspiradas.

Pergunte ao cirurgião plástico sobre a recuperação. 

• Onde vou permanecer em recuperação após o término da cirurgia?
• Qual medicação vai me ser dada ou prescrita após a cirurgia?
• Haverá curativos/bandagem após a cirurgia? Quando serão removidos?
• Os pontos serão removidos? Quando?
• Quando poderei retomar as atividades normais e exercício físico?
• Quando será a consulta de retorno?

Ao receber alta. 

Se você sentir falta de ar, dores no peito ou batimentos cardíacos anormais, procure atendimento médico imediatamente. Se algumas destas complicações ocorrerem, você pode precisar de internação e de tratamento adicional.

A prática da medicina e da cirurgia não é uma ciência exata. Apesar de serem esperados bons resultados, não há garantia. Em algumas situações, pode não ser possível atingir ótimos resultados com um único procedimento cirúrgico, sendo necessária uma nova cirurgia.

Resultados da lipoaspiração. 

O inchaço causado pela cirurgia desapareça após alguns meses. Quando o inchaço desaparecer, o novo contorno corporal será visível. Seguir algumas recomendações fará com que você mantenha os resultados obtidos inicialmente com a lipoaspiração, ou seja, é preciso manter peso adequado e adotar um estilo de vida saudável. O ganho de peso pode reverter os resultados.

Qual o custo da lipoaspiração? 

O custo é sempre uma consideração em cirurgia eletiva. Os honorários de um cirurgião podem variar de acordo com a sua experiência e o tipo de procedimento realizado.

O custo pode incluir: 

• Honorários do cirurgião,
• Gastos com hospital ou centro cirúrgico,
• Honorários do anestesista,
• Gastos com medicamentos,
• Malhas pós-operatórias,
• Exames médicos.

Sua satisfação vale mais que os custos da cirurgia. 

Ao escolher um cirurgião plástico para realizar este procedimento, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia.

Faça perguntas ao cirurgião plástico. 

Use esta lista como um guia durante a consulta
• Você é especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
• Você foi treinado especificamente no campo da cirurgia plástica?
• Quantos anos de treinamento em cirurgia plástica você teve?
• A instalação da sala de procedimento em seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária de sua cidade?
• Sou um bom candidato a este procedimento?
• O que se espera de mim para que os melhores resultados sejam obtidos?
• Onde e como será realizado o procedimento?
• Qual técnica cirúrgica é recomendada para o meu caso?
• Quanto tempo de recuperação posso esperar, e que tipo de ajuda vou precisar durante minha recuperação?
• Quais são os riscos e as complicações associados ao meu procedimento?
• Como são tratadas as complicações?

© Sorrentino / 2017 / Todos os Direitos Reservados.